Sunça no cinema – Jogo do Dinheiro (2016)


Sunça no cinema - Warcraft - O Primeiro Encontro de Dois Mundos (2016)
Sunça no cinema - X-Men: Apocalipse (2016)

182381.jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Lee Gates (George Clooney) é o apresentador do programa de TV “Money Monster”, onde dá dicas sobre o mercado financeiro mesclando com performances típicas de um popstar. Um dia, um desconhecido (Jack O’Connell) invade o programa exatamente quando ele está sendo gravado e, com um revólver, obriga Lee a vestir um colete repleto de explosivos. Patty Fenn (Julia Roberts), a produtora do programa, imediatamente ordena que o mesmo saia do ar, mas o invasor exige que ele permaneça ao vivo, caso contrário matará Lee. Assim acontece e, a partir de então, tem início uma investigação incessante para descobrir quem é o sequestrador e algum meio de salvar todos os que permanecem no estúdio. Paralelamente, a audiência do programa sobe sem parar e todos passam a acompanhar o que acontecerá com o apresentador.

99min – 2016 – EUA

Dirigido por Jodie Foster, roteirizado por Jamie Linden, Alan DiFiore, Jim Kouf. Com: George Clooney, Julia Roberts, Jack O’Connell, Dominic West, Caitriona Balfe, Giancarlo Esposito, Christopher Denham, Lenny Venito, Chris Bauer, Dennis Boutsikaris, Emily Meade.

 

 

Um apresentador de tv arrogante e convencido, preocupado com sua aparência, dinheiro e influência é vitima de um sequestro. O astro aos poucos se identifica e solidariza com o sequestrador e passa a reavaliar o seu papel e o papel de seu programa na vida das pessoas e no mercado financeiro. Esse é o “Jogo do Dinheiro” que atrai e cativa na condução e evolução do arco narrativo de seus personagens.

O que a principio parece ser um filme de sequestro e suspense acaba trazendo uma discussão sobre o jornalismo sensacionalista, interessado em audiência e sem compromisso com a verdade. A personagem Patty Fenn (Julia Roberts) em determinado momento chega a dizer “Espera aí, não fazemos jornalismo!”. E em um diálogo com Gates (George Clooney) insinua que reproduziam sem crítica as informações de Walt Camby (Dominic West) CEO da empresa IBIS. Como uma crítica as grandes corporações a ganância e a superficialidade do mundo financeiro.

Money monster é programa sensacionalista sobre o mercado financeiro, seu apresentador é Lee Gates um sujeito arrogante e convencido. O show de tv comete “um erro” e Kyle Budwell (Jack O’Connell) um jovem que investiu todo seu dinheiro e perdeu devido ao conselho monetário de Gates, invade o programa em busca de vingança. Ele exige explicações de Walt Camby, o CEO da empresa. Isso obriga a diretora Patty Fenn a investigar melhor como a companhia IBIS pode perder 800 milhões de dólares em um dia. George Clooney tem uma ótima performance, no início é convencido, falastrão mas quando necessário passa bem a seriedade e o perigo da situação em que seu personagem se encontra. Patty faz um belo contraponto a Lee, é inteligente, madura, e em muitos momentos atua como a consciência do apresentador. É a principal negociadora com o sequestrador, mostrando que é forte e decisiva em situações adversas. Um bom trabalho de Julia Roberts. E em Kyle de Jack O’Connell, percebemos o desespero, a frustração e o despreparo do personagem.

Diferente de seus outros trabalhos, Jodie Foster, oferece uma trama complexa e bem humorada em um longa com a agilidade de um programa de TV ao vivo e situado no gênero suspense. Uma bela crítica ao mundo financeiro, e a crueldade de executivos e empresas.

Nota do Sunça:

nota4_suncanocinema_fantasticomundodesunca

Últimas críticas:

Últimos textos:

https://jizzrain.com/cats/81/

Sunça no cinema - Warcraft - O Primeiro Encontro de Dois Mundos (2016)
Sunça no cinema - X-Men: Apocalipse (2016)