Sunça no Cinema – Cães de Guerra (2016)


Sunça no Cinema - Sete Homens e um Destino (2016)
Sunça no Cinema - Pets - A Vida Secreta dos Bichos (2016)

503456-jpg-r_1920_1080-f_jpg-q_x-xxyxx

Baseado em uma história real, ‘Cães de Guerra‘ acompanha a história de dois amigos na casa dos 20 anos (Hill e Teller) que moram em Miami durante a Guerra do Iraque e descobrem uma iniciativa pouco conhecida do governo que permite que pequenas empresas possam participar de licitações de contratos militares nos Estados Unidos.

Partindo quase do zero, eles fazem muito dinheiro e passam a viver uma vida de luxo. Mas a dupla passa a ter problemas quando consegue um contrato de US$ 300 milhões para armar o exército afegão – que os coloca em contato com pessoas muito suspeitas, algumas das quais se revelam membros do próprio governo norte-americano.

115 min – 2016 – EUA

Dirigido por Todd Phillips, roteirizado por Stephen Chin, Todd Phillips e Jason Smilovic.  Com Miles Teller, Jonah Hill, Bradley Cooper, Ana de Armas e Kevin Pollak.

Todd Phillips é conhecido por suas boas comédias, suas narrativas normalmente absurdas e eficientes sempre tem peso e aproveitam bem as características naturais de seu elenco. Responsável pelos ótimos “Se beber não Case” e “Dias Incríveis” (vale uma menção também ao bom “Starsky & Hutch) em seu novo longa “Cães de Guerra”, nos surpreende com uma trama sóbria, ágil e bem humorada.  O diretor demonstra talento e versatilidade, apresenta um drama (dramédia), baseado em um história real,  interessante com ação, tensão e ritmo constante.

Dois jovens (Miles Teller e Jonah Hill) exploram uma iniciativa pouco conhecida do governo americano, onde pequenas empresas podem participar de concursos militares. Eles descobrem que existe um mercado lícito em expansão com a venda de armas para o exterior e decidem aproveitar. Os amigos vencem um desses concursos e recebem US$ 300 milhões para ajudar a armar um exército afegão. Miles Teller e Jonah Hill oferecem ótimas performances, Efraim (Jonah Hill) é confiante, decidido, sabe manipular as pessoas ao seu redor e é o protagonista de vários momentos engraçados no filme. O que não o impede de se tornar o vilão no final do longa. Depois de ficar algum tempo na Califórnia, onde era sócio de seu tio em um negócio de compra, em leilões, de armas apreendidas pela polícia, ele volta para Miami e monta sua própria empresa. E logo, ele coloca seu amigo David (Miles Teller) no esquema. A abordagem de Teller para o personagem também é boa nos faz entender seus motivos e chegamos até a torcer por ele. David é um massagista que está próximo de se tornar pai, e para conseguir dinheiro acaba se envolvendo com Efraim na venda de armas para a guerra no Iraque.

Diálogos bem humorados e um bom timing das cenas de ação garantem ao espectador diversão de qualidade, ainda que como uma crítica ao capitalismo e a busca excessiva pelo lucro seja superficial. Em vários momentos o filme dá uma alfinetada no ex-presidente Bush e na cultura armamentista dos EUA. É legal perceber que o filme nunca assume um posicionamento moral em relação ao seus personagens. “Cães de Guerra” é divido em segmentos apresentados por título que sempre é uma das falas presentes na sequência. (“Quando é que dizer a verdade sempre, ajuda alguém?”) Isso deixa a estrutura do filme interessante e nos coloca dentro da trama. Narração em off, tela congelada, câmera lenta são outros elementos que ajudam a levar a história adiante. A trilha sonora repleta de Rock’n Roll também é uma característica marcante.

Uma trama ágil e objetiva, com bons atores e uma história interessante. É um drama bem humorado que balanceia bem suas cenas cômicas com cenas de ação (bem filmadas), não aprofunda na crítica ao capitalismo e a busca excessiva pelo lucro, mas demonstra bem o lado mercadológico da guerra.

Nota do Sunça:

nota3_suncanocinema_fantasticomundodesunca

Últimas críticas:

Últimos textos:

Sunça no Cinema - Sete Homens e um Destino (2016)
Sunça no Cinema - Pets - A Vida Secreta dos Bichos (2016)